91 pontos para um espumante alentejano

O concurso internacional de espumantes Brut Experience, que aconteceu no passado dia 10 de Julho, anunciou os seus resultados. Foram 100 espumantes brutos e brutos naturais, entre os quais um já não tão improvável espumante alentejano que não deixou ninguém indiferente.

O concurso internacional de espumantes Brut Experience, que aconteceu no passado dia 10 de Julho, anunciou os seus resultados. O concurso contou com participação de cerca de 100 espumantes brutos e brutos naturais, provados por um júri de jornalistas, sommeliers, enólogos e proprietários de lojas da especialidade.

 

A organização desde concurso tem assinatura da Enóphilo, pelas mãos de José Miguel Dentinho e Luís Gradíssimo, que explicam que “o Brut Experience pretende distinguir e dar a conhecer, aos consumidores, os melhores espumantes nacionais e internacionais, estimular a produção de espumantes de qualidade e contribuir para a expansão da cultura do espumante”.

 

O Grande Reserva da Ravasqueira ficou em destaque com medalha de Ouro e 91 pontos. Sendo o único Espumante Alentejano nesta lista dos melhores em concurso. Um vinho feito exclusivamente a partir de uvas da casta Alfrocheiro, vindimadas à mão e produzido segundo o método tradicional, com a segunda fermentação em garrafa, onde estagiou sobre as borras durante 36 meses.

Apresenta um estilo Brut Nature por ser a melhor forma de expressão de todo o potencial da casta e do terroir onde está plantada.

Este vinho é o resultado de um exercício de dedicação, paixão e arte, tal como sucede com os ancestrais tapetes de Arraiolos, existentes no Monte da Ravasqueira desde o início do século XVI, e que são homenageados através dos elementos gráficos presentes em cada garrafa.