Destaque


2tituloDestaque.png

 

Cinco mediáticas influenciadoras portuguesas visitaram o Monte da Ravasqueira, nos dias 23 e 24 de Julho, e ficaram rendidas aos encantos da paisagem alentejana.

Recebidas com um picnic na vinha, as lifestyle specialists Mia Relógio, Mariana Cardoso e Marta Leitão juntaram-se à atriz Sofia Correia e à fotógrafa Isabel Saldanha na descoberta da Ravasqueira, ficando a conhecer, de perto, o terroir tão diferenciador que permite obter vinhos tão especiais.

Depois da visita à recém-remodelada adega cinco convidadas tiveram oportunidade de criar e engarrafar o seu próprio blend Monte da Ravasqueira, uma experiência única e memorável, que permitiu a prova e a identificação das notas e dos aromas das diferentes castas produzidas no Monte da Ravasqueira.

Num final de tarde quente de verão, as visitantes renderam-se à frescura e elegância do espumante Monte da Ravasqueira Grande Reserva Brut Nature, cuja imagem foi inspirada na arte da tapeçaria alentejana. O festejo desta união foi o mote para um workshop de arraiolos, que revelou o talento natural das convidadas.

Frutados, especiados, aromáticos e estruturados, foram muitos os vinhos eleitos para harmonização das fantásticas iguarias servidas à mesa de jantar, momento especial de celebração que contou com a presença do enólogo e administrador executivo da Ravasqueira, Pedro Pereira Gonçalves, antes do merecido descanso na acolhedora unidade de enoturismo do Monte da Ravasqueira.

A partida para Lisboa deixou saudades e a despedida decorreu animada entre as magníficas peças da Coleção Privada de Atrelagens da família José de Mello.

 

2fotodestaque.png

 

3fotoEntrevista.jpg

 

ENTREVISTA


Entrevista com Mário Gonzaga

Em plena época de vindima e de azáfama na adega, o Monte da Ravasqueira continua a receber inúmeros grupos de visitantes interessados em conhecer os segredos que a herdade esconde. Mário Gonzaga, responsável pelo Enoturismo do Monte da Ravasqueira é quem os acolhe e conduz na experiência inesquecível.

1. Que atividades se destacam para os visitantes do Enoturismo do MR?

As principais atividades do Monte da Ravasqueira são as visitas guiadas com prova de vinhos e as refeições. Estamos abertos todos os dias do ano, com exceção do dia de Natal e Ano Novo. Recomendamos que seja efetuada uma reserva para a visita. Relativamente às refeições, são apenas para grupos com um mínimo de 6 pessoas e com reserva de cinco dias de antecedência.

2. Como nasceu o inédito Museu de Atrelagens?

O Monte da Ravasqueira tem um passado ligado à cultura equestre. O Sr. José Manuel de Mello montou uma coudelaria de cavalos lusitanos com o objetivo de competir na modalidade de atrelagem. Daí até à coleção de 37 exemplares são apenas alguns anos, muita paixão e dedicação.

3. Optando por uma visita com almoço, que destaques gastronómicos e respetivos vinhos integram o menu?

O Monte da Ravasqueira tem uma gastronomia tipicamente alentejana, que foi passando de geração em geração. Os destaques são: arroz de pato, bacalhau com broa e borrego assado. Em dias quentes, recomendo gaspacho como início da refeição. Os vinhos são escolhidos em função dos pratos, dentro das gamas Clássico, Seleção e Superior. Caso optem por outras gamas, podem solicitá-los durante o almoço.

4. Em termos de espaço envolvente, o que podem os visitantes conhecer para complementar a visita ao MR?

A tapeçaria de Arraiolos é bem famosa. Recomendo uma visita ao centro interpretativo do tapete de arraiolos, que fica no centro da vila e onde é possível conhecer algumas lojas de tapetes onde as tapeteiras continuam a bordar, de forma tradicional, à mão. Podem, também, aproveitar para subir ao Castelo de Arraiolos com uma paisagem sobre a planície alentejana. Se ainda sobrar algum tempo, Arraiolos está mais ou menos equidistante de Estremoz, Montemor-o-Novo e Évora- aproximadamente 25 minutos de viagem de carro.

O Enoturismo é o exemplo da arte de bem receber do Monte da Ravasqueira. Uma ferramenta que pretende dar a conhecer 3000 hectares de histórias, sobre os vinhos, as pessoas, a região, os sabores e a tradição. Um vetor fundamental na promoção do Monte da Ravasqueira e que permite aos visitantes ter um contato mais imersivo e íntimo com a marca e os vinhos.

NOTICIAS
As novidades de um Alentejo diferente

JANTAR VÍNICO



Prémium Rosé chegou ao mercado e já é destaque

Produzido a partir de cinco talhões de Touriga Nacional, a nova colheita Premium Rosé 2016 foi destaque de capa na edição de Agosto da Revista de Vinhos, uma das mais prestigiantes publicações do setor.

Distinguido com 17 pontos, a mais alta classificação entre 115 vinhos rosés avaliados, e obtendo o selo “altamente recomendado”, este rosé gastronómico é a escolha perfeita para o verão e para a mesa. Produzido por vindima manual e cor salmonada, revela-se perfumado no nariz, com notas florais e fumadas, chocolate branco e cereja branca. Na boca, apresenta “muito sabor”, é “cremoso”, e evidencia um “final longo com grande presença”, segundo o crítico e diretor da revista, Nuno Guedes Vaz Pires (NGVP).

Engarrafado em julho de 2017, este rosé regional alentejano originou 2.550 garrafas, tendo estagiado em barricas novas de carvalho francês durante seis meses, com battonage nos primeiros dois meses. “Um rosé com ambição. Muito bom!”, concluiu NGVP.
A nova colheita já está disponível na loja online do Monte da Ravasqueira. Um vinho a não perder.

6imagemnoticia1.png


 

 

 

tituloAGENDA.jpg


9data1.jpg


9data2.jpg



9data3.jpg

 

 

 

COLUNA DE OPINIÃO



10fotoColunagrd.gif11tituloAFECHAR.jpg

 

A vindima deste ano está a ser, de facto, mais tardia que a do ano 2017. Este atraso vem sendo observado e previsto desde o início do ciclo vegetativo. Não obstante a planta ter o seu percurso normal de reações físico-químicas, estas podem ser aceleradas ou atrasadas por inúmeros fatores.

Os fatores que mais contribuíram para esta chegada mais tardia da vindima 2018 foram as horas de insolação direta, os picos de temperaturas e a disponibilidade hídrica no solo.

O que é que isto quer dizer exatamente? Na prática tivemos temperaturas relativamente baixas até uma fase avançada do ciclo vegetativo/fenológico e um fenómeno extremo, registado em Julho, com uma onda de calor que registou, em alguns períodos, temperaturas superiores a 42ºC na nossa vinha. Esta onda de calor “atrasou” a planta, porque perante estas temperaturas esta não consegue “trabalhar”.

A verdade, ao contrário do que se previa no início do ano perante uma seca extrema, é que a videira nunca se sentiu desconfortável no plano hídrico e conseguiu completar a maioria das reações de transformação e translocação de nutrientes no seu interior. Todos estes fenómenos levam-nos a acreditar que pode ser um ano fantástico de brancos, principalmente do ponto de vista aromático e frescura pois é notada uma elevada acidez nas uvas que darão origem aos vinhos deste ano. Esta exuberância aromática, terá um impacto fundamental não apenas nos brancos mas também nos tintos da colheita 2018.

A escolha do primeiro dia da vindima é sempre o mais ansiado porque a partir daí inicia-se a escolha de um perfil de toda uma identidade. Setembro é conhecido como o mês das vindimas no nosso país e podemos dizer que este ano é também o mês de vindimas no Alentejo.

Pedro Pereira Gonçalves



12tituloSABIA.jpg

Já esta disponível o catálogo de Natal do Monte da Ravasqueira. Um catálogo que reúne os nossos vinhos e produtos em packs especiais de oferta.
Ideais para oferecer a amigos e família, ou para compor ofertas de Natal para empresas. Este ano pode fazer a sua encomenda via email para comercial@ravasqueira.com ou aceder ao catálogo disponível na loja online. Faltam apenas 74 dias para o Natal!

d1a5529e-add8-429a-baac-e8d63e701baf.png